Buscar
  • hanspeda

A intimidade é uma merda

Em corridas de aventura os integrantes de uma equipe permanecem juntos e convivem intensamente por um bom tempo. Se tem uma coisa óbvia nisso é que eles vão compartilhar sensações extremas como cansaço, fome, frio e sono, talvez irão cometer erros de orientação e estratégia, eventualmente terão problemas com equipamentos e podem até se machucar ou se abalar psicologicamente.


Certamente terão bons e maus momentos juntos, mas o que mais me chama a atenção nisso tudo é que situações extremas e prolongadas costumam ser imersivas em termos de conhecimento. Isso vale tanto para o autoconhecimento quanto para o conhecimento dos outros. Assim, ao invés de dicas pra melhorar a performance ou relatos dos perrengues, resolvi relembrar expressões como Corujito (um tipo bem particular de óculos) e Matula (um pacote de lanche) e apelidos carinhosos como Tutisgrila e Marcolelo.


Mas o melhor que permaneceu guardado ao longo dos anos foram algumas frases. Nem todas são frases de provas, algumas são de passeios, treinos e de outros momentos junto com essa galera:


“Bora treinar seus frouxos” disse A.S. quando o “equipamento obrigatório” estava mais forte do que os “machões” da equipe no meio da prova. “Agora imito o passarinho pois o porco já vai bem” disse M.A. depois de uma escatologia oral. “Cachoeira é como Shopping: tudo igual” Disse M.A. lá pela 4a ou 5a. “Deus não tem compromisso com homem frouxo” disse M.A. quando alguém começou a empurrar na subidinha. “Quando o barco está a afundar, os ratos são os primeiros a abandonar o navio” Disse M.A. quando comentou sobre o fracasso de uma tentativa frustrada de organizar a equipe. “Que seu cálcio e fósforo estejam em equilíbrio para sustentar seus ossos e os mantenham fortes” Disse M.A. desejando Feliz Ano Novo pelo grupo de WhatsApp em 2017. “Não confunda catraca de canhão com conhaque de alcatrão” Disse M.A. só pra ter alguma coisa para dizer mesmo, pois àquela altura do perrengue ninguém dizia mais nada com nada mesmo. “Não gosto mais de piada” disse P.B. assumindo a liderança de piadista do ano. “Cicloturismo é sempre uma oportunidade pedagógica” disse P.C. depois uns 2 ou 3 dias em silêncio ouvindo as lorotas dos outros. “Sem pudor com a vegetação” disse P.C. na ausência de um local mais apropriado para as suas necessidades fisiológicas. “Não bebo, vai atrapalhar minha performance” disse R.I. instantes depois que M.A. o chamou de ”mistura de Charles Bronson com Chuck Norris e Bruce Lee” e instantes antes do jantar em que esvaziamos mais de uma garrafa de vinho cada um. “Não reconheço esse peido” disse S.B. descaradamente e mentirosamente querendo se eximir da culpa. “O Sr. é um fanfarrão” disse S.B. várias vezes, para todos que tentavam restituir a seriedade nas conversas.


Enfim, “A intimidade é uma merda”. Deixei a frase do título pro final, mas ela realmente foi dita por A.R. lá pelo 3o ou 4o dia de prova ouvindo um monte de bobagem e vendo certas cenas que, infelizmente, serão eternamente inesquecíveis, kkk. Obviamente essas frases tem bem mais graça e efeito no momento e no contexto em que são pronunciadas, mas achei que valia a pena socializar.


Boas aventuras a todos.




0 visualização